Partilha sobre Workshop do Ministério de Intercessão desse ENF de 2020

Amados irmãos em Cristo, compartilho com vocês um pouco da grande graça que foi o Workshop do Ministério de Intercessão desse ENF de 2020.

 Que nesse momento de leitura, os nossos olhos sejam janelas abertas para que o divino Espírito Santo possa conduzir essa partilha ao nosso coração e que a semente brotada seja impulso para a missão que o Senhor nos chama como intercessores. 

No 1º dia tivemos a pregação: “ Enchei-vos do Espírito Santo” ministrado pela Beatriz, foi colocado que o Ministério de Intercessão é um Ministério do Louvor! Foi nos recordado o Magnificat (cântico de Nossa Senhora Lc 1, 46-56) inspirado no cântico de Ana (1 Sm 2); Após a Anunciação Nossa Senhora não sabia como aconteceria a graça de Deus, então Ela Glorificou ao Senhor – louvou com a palavra –  Do mesmo modo no antigo testamento, Ana após orar com fé e receber a graça de um filho, fez um cântico de louvor, desafiando a dificuldade. 

A pessoa que louva a Deus tem confiança!  Nossa Senhora e Ana desafiou a diversidade com o louvor e assim devemos ser nós intercessores, precisamos louvar com a palavra diante os desafios da nossa vida! 

 Em At 4 os apóstolos Pedro e Joao estavam sendo perseguidos pelos anciões e a resposta deles diante seus perseguidores foi uma resposta convicta de fé e louvor a Deus. 

Toda vez que ao invés de olharmos para a dificuldade nós olharmos o poder de Deus e nós louvarmos a Deus baseados na fé que temos no nosso coração, nós ficaremos cheios do Espírito Santo e assim nosso coração se encherá de fé! 

Não há dificuldade que resista ao louvor dos lábios e a espada do Espírito. O Espirito Santo Vêm com a força necessária para viver cada dia da nossa vida.

O louvor nos abre a ação de Deus. 

“ Vós filhinhos, sois de Deus, e os vencestes, porque o que está em vós é maior do que aquele que está no mundo” 1Jo4,4

Por seguinte, nossa coordenadora Nacional Josirene, pregou sobre: “Sustentar o combate na Intercessão”  e iniciou perguntando se nós intercessores temos sustentado o combate na oração.

Se eu sustento o combate na intercessão, eu me permito ser treinado, ser formado pelo Senhor para o combate na oração, o Senhor tem trabalhado os carismas, na vida daqueles que têm sustentado o combate na intercessão. O Senhor é aquele que marcha à nossa frente e nos prepara como um grande exército e por isso tem palavras de ordem, comandos para a INTERCESSÃO.

No ano de 2018 o Senhor nos deu a 1ª ordem: “ Intercessores em ordem de batalha” – Nos convocou a estarmos em ordem de batalha, alinhados na sua vontade. 

Em 2019 o Senhor nos deu a 2ª ordem: “Avancem aos campos de batalha” – Conquiste territórios espirituais que pertencem a mim, mas que tem sido dominados pelo inimigo.

Em 2020 a 3ª ordem: “ Sustentar o combate na oração”. Sustentar significa dar SUPORTE. Devemos sustentar a missão da RCC que é evangelizar com um renovado ardor missionário a partir da experiência do batismo do Espírito Santo para fazer discípulos do Senhor Jesus.

O Senhor precisa de homens e mulheres de ORAÇÃO que sustentem esta missão, do anuncio, da evangelização, da cultura de pentecostes para que o mundo seja batizado no Espírito Santo. 

Precisamos ter o conhecimento e a consciência daquilo que somos chamados, termos visão do combate da oração, da batalha espiritual, porque se não nós não somos capazes de sustentar o movimento, pois é neste momento de combate que sentimos o peso, o cansaço na oração, e é nessa hora que precisamos intensificar nossa oração, ser o braço que sustenta nossas lideranças as quais o inimigo quer a todo momento dispersar. 

“Pois não é contra homens de carne e sangue que temos que lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, espalhada nos ares” Ef 6, 12

Tudo que acontece no nosso movimento passa por nossas orações por isso é necessário voltarmos a nossa vida espiritual, estarmos comprometidos com nosso Ministério de Intercessão, pois o inimigo quer roubar nossa intimidade com o Senhor e quer que  desanimemos, são as armas que ele usa contra a nós , por isso precisamos cultivar nossa vida de intimidade com o Senhor. 

Um bom combatente está a todo tempo a postos para combater na oração.

No 2º dia tivemos o direcionamento: “ Revesti-vos da PALAVRA de Deus

Deus quer acender o poder da palavra no Ministério de Intercessão. A palavra de Deus : DETERMINA, DIRECIONA , CONDUZ. 

Quando rezamos com a palavra vemos a Gloria se manifestar na vida do povo. O Senhor quer nos dar autoridade na ORAÇÃO pela palavra. 

Se a nossa intercessão está pautada na palavra de Deus crescemos em graça. 

Após, Josi nos orientou quanto aos PILARES DO MI que são: Formação, Espiritualidade e o Pastoreio. 

Tudo que fizermos no Ministério de Intercessão deve estar inserido dentro de um desses pilares para que possamos fortalecer e estarmos organizados dentro do ministério.

Espiritualidade: Somos chamados a clamar o Espírito Santo (Veni Creator), termos o dia de abastecimento do intercessor para cuidar da nossa espiritualidade, do nosso chamado. Viver as práticas espirituais (pedrinhas de Nossa Senhora) para fortalecimento da nossa espiritualidade. Viver tempo litúrgico como um itinerário de oração, acompanhar os passos de Jesus, para nos aproximar da pessoa de Jesus. Ter vida disciplinada de oração.

Pastoreio: As instâncias (coordenadores). Somos chamados a não perder nenhuma ovelha, por vezes esquecemos dos irmãos que rezam conosco, precisamos resgatar nossos irmãos, reavivar o chamado dos nossos irmãos. Estarmos atentos com os intercessores que tem esfriado, se afastado. Temos que estar dispostos, incentivar o intercessor a participar do GO.

Josi nos exorta que muitas vezes ficamos muito apegados aos livrinhos e não conseguimos desprender desse instrumento para escutar o Senhor e praticarmos a Intercessão Profética a qual Deus conduz a nossa oração e nos revela em qual intenção interceder. 

Em seguida , tivemos o ensino do nosso coordenador Nacional Vinicius: 

O Intercessor é chamado a Interceder com Misericórdia 

O Intercessor precisa ter um coração Misericordioso , se abaixar para levantar aquele que está na miséria. 

Jesus é a Encarnação e a Misericórdia do Pai

A  Misericordia de Deus é eterna , não coloca limites, é uma misericórdia perene. Deus se desdobra para responder a necessidade de seus amados, 

Deus jamais se cansará de nos perdoar. 

A Misericordia de Deus é fiel, incansável e plena. 

Nós somos chamados a sermos um oásis de Misericordia

O cristão precisa ser um lago de agua potável para aqueles que estão com sede que estão na miséria. Precisamos ser misericórdia como um estilo de vida. 

O termômetro para sabermos se uma pessoa está no Espirito Santo é se ela está vivendo na compaixão. 

Nos tornamos semelhante ao Deus que nós adoramos. Se somos misericordiosos, adoramos um Deus de Misericórdia. 

Mais tarde , tivemos a pregação do Padre José Antônio , que levou para nós a palavra de Mt 11, 28 : “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.”

Se o fardo está pesado é porque não estamos sabendo lidar com ele  como se deve. 

O abatimento gera inatividade

Padre José Antonio nos exorta que não podemos ser intercessores sobrecarregados, a sobrecarga  significa que carregamos a cruz do dia anterior e portanto trazemos conosco ressentimento ou então, estamos   carregando a cruz de amanhã portanto estamos com preocupações.  

Quando estamos sobrecarregados devemos fortalecer nosso Espírito na fé! 

O Senhor conta com corações que estão em paz! Que não vivem ressentidos e nem preocupados

Devemos tomar cuidadi com preocupações vãs. Com frases do tipo : “ isso é tão difícil”, com lamentações que colocamos dentro das nossas orações. Devemos crer sem duvidar.

Para aprender de Jesus é preciso conviver com Jesus. Que convive com Jesus pega o jeito de Jesus.  

Quando estamos com o coração “ arrebentado” é o momento de oferecer ao Senhor esse sacrifício de louvor. 

Por fim , tivemos  o direcionamento : “ Subir ao Monte

O Senhos nos convoca a subir a lugares altos , ao coração de Jesus. Devemos nos esvaziar , e elevar o nosso coração e nossos pensamentos. 

Muitas vezes não conseguimos nos elevar pois carregamos muitas preocupações e fardos. 

Subir ao Monte é permitir que o Senhor nos instrua na oração , essa precisa ter efeito de nos transfigurar, de querer ficar com o Senhor. Em Isaias 2,3 nos mostra o objetivo que temos para atravessar o monte :

Mostrar os seus caminhos e cumprir suas leis  

O Senhor quer resgatar nossa missão de Intercessor.

Salmo 23: “”Quem será digno de subir ao monte do Senhor? Ou de permanecer no seu lugar santo? 4. O que tem as mãos limpas e o coração puro, cujo espírito não busca as vaidades nem perjura para enganar seu próximo. 5. Este terá a bênção do Senhor, e a recompensa de Deus, seu Salvador.”

Que possamos abraçar a missão que o Senhor nos confia como intercessores,                 robustecidos da presença do divino Espirito Santo, sustentando o combate na oração , revestidos da Palavra de  Deus e com o coração cheio de paz e misericórdia para assim podermos subir ao monte do Senhor, aprender os seus caminhos e nos transfigurar conforme o teu querer. 

Deus nos abençoe! 

Em nome do Pai do filho e do Espírito Santo! Amém! 

Camila Amorim

Serva RCC Diocese de Uberlândia

Deixe uma resposta